É factual!

A ocupação afro literária na Bienal do Livro

01/09/2019 - 21h00

A Bienal do Livro ganhou uma nova cor, na verdade a literatura ganhou uma nova voz, um novo jeito de olhar, de escrever e de ver o mundo. A tinta negra invadiu a página branca da bienal trazendo significado e representando, agora sim, a face da maioria do povo brasileiro.


Como é lindo participar da bienal e ver espaço, ainda muito reduzido, para escritores negros. Os negros que eram vistos pela igreja e pelos brancos como povo sem alma, na verdade transborda poesia, história, saberes de sua ancestralidade que merecem muito ser relatados e contados, é uma memória do país que não foi considerada nos livros escolares, é uma história contemporânea que acontece em nossas ruas que foi colocada como um relato sem valor, mas embora a opressão ainda seja muito grande, ver tantos escritores e escritoras negras tendo suas obras expostas na maior bienal da América Latina nos enche de esperança. Ver a mulher negra tão estereotipada e objetificada mostrando sua voz é seu modo tão lindo de ver o mundo emociona.


Negros e negras, as letras são nossas. Contemos nossa história e nosso modo de ver o mundo, a literatura que nos foi negada é direito nosso, nós podemos e devemos escrever, lançar e produzir literatura. Há uma lacuna muito grande na literatura nacional que só pó de ser preenchida por nossa voz.

É Factual

WILL MOREIRA

Escritor, editor e produtor do Pauta Rio

Conteúdos anteriores

COMENTÁRIOS

PAUTA RIO
Copyright © 2019 
Todos os direitos reservados.