Mostra de Cinemas Africanos reúne filmes de curta e de longa-metragem dos cinemas africanos contemporâneos

Foto: Reprodução

08/05/2020

A Mostra de Cinemas Africanos reúne filmes de curta e de longa-metragem dos cinemas africanos contemporâneos, muitos inéditos no Brasil. O recorte curatorial atende à demanda por proporcionar espaços  de exibição no Brasil de filmes recentes produzidos na África e sua diáspora nos últimos cinco anos, bem como promove o contato do público com as estéticas e narrativas presentes nesta cinematografia ainda muito desconhecida do público brasileiro.

Nas edições já realizadas desde 2018, a Mostra exibiu filmes dirigidos por cineastas de países como Senegal, Sudão, África do Sul, Nigéria, Burkina Faso, Quênia, Tunísia, Marrocos e Egito, entre outros, além de produções em territórios afrodiaspóricos como França e Cuba, protagonizadas por sujeitos africanos e afrodescendentes. Os filmes variam entre ficção e documentário e oferecem uma chance rara ao público brasileiro de criar repertório sobre uma cinematografia vibrante e diversa em temáticas, paisagens e estéticas.

Devido a pandemia do novo coronavírus que atinge o mundo, os organizadores decidiram realizar a mostra no formato virtual. O objetivo é de reunir convidados para um bate-papo sobre os filmes exibidos. A programação tem inicialmente a duração de três meses (maio-junho-julho) com 03 sessões mensais. O formato é simples: os interessados devem se inscrever em um formulário (clique aqui) para receber o link do filme da sessão desejada, e nos dias e horas marcados irão acessar uma sala virtual para conversar sobre a obra. Cada encontro terá a participação de um convidado e de um mediador, e o público é estimulado a mandar perguntas e enriquecer o debate.

A curadoras acompanham as trajetórias dos filmes africanos nos mais importantes festivais de cinema do mundo, como Cannes, Berlinale, Toronto, Veneza, Rotterdam e Fespaco (este o maior festival de cinemas africanos na África, em Burkina Faso), e trazem para o Brasil os títulos de maior interesse que estiveram em exibição ou em competição.

 

O Cine África é uma realização da Mostra de Cinemas Africanos em parceria com o Circuito Saladearte, e é coordenado por Ana Camila Esteves, Jusciele Oliveira e Morgana Gama.

Confira a programação:

MAIO
16- “Mossane”, de Safi Faye (Senegal,1996)
Convidada: Evelyn Sacramento
23- “Moolaadé”, de Ousmane Sembène (Senegal, 2004)
Convidado: Márcio Paim
30- “Sambizanga”, de Sarah Maldoror (Angola, 1972)
Convidada: Renata Dariva

JUNHO
13- “Inxeba”, de John Trengove (África do Sul, 2017)
Convidado: Lecco França
20- “Lionheart”, de Genevieve Nnaji (Nigéria, 2018)
Convidada: Marina Gonzaga
27- “Yeleen”, de Souleymane Cissé (Mali, 1987)
Convidada: Janaína Oliveira

JULHO
11- “Félicité”, de Alain Gomis (Senegal, 2017)
Convidada: Maíra Zenun
18- “Ceddo”, de Ousmane Sembène (Senegal, 1977)
Convidado: Detoubab Ndiaye
25- “Heremakono”, de Abderrahmane Sissako (Mauritânia, 2002)
Convidada: Hannah Serrat

 

.

COMENTÁRIOS

Revenue growth in 2020.jpg
pauta sem fundo.png

PAUTA RIO
Copyright © 2020 
Todos os direitos reservados.