WILL MOREIRA

Recortes do dia a dia

O ditador que

mora em mim

20/05/2020

A democracia está em debate em todo mundo, tem crescido a narrativa de governos totalitários juntamente com discursos colocando em dúvida a eficiência da democracia.

"De que vale a democracia se está tudo uma bagunça?", esse tipo de discurso tem crescido principalmente por causa do atual governo, que tem sérios indícios de ter um direcionamento antidemocrático.

Mas esse ímpeto ditador mora na gente, essa vontade de ter tudo ao nosso modo, o desejo de transformar o mundo em nossa imagem e semelhança, de ver na rua somente o que nos agrada e tirar da nossa vista qualquer coisa que nos cause asco ou nos deixe desconfortável.

Na nossa visão, o mundo seria muito melhor se todas as nossas ideias fossem colocadas em prática, e se pudéssemos calar todas as vozes que discordam do nosso mundo perfeito.

Seria tão melhor que o partido que nós temos mais concordância governasse por longos anos, e que nossa ideia de justiça fosse implantada em plenitude.

O problema é o que faremos com quem não concorda com nossa visão de mundo? A gente cala a voz do outro? Chamamos de inimigos todos que têm uma ideia diferente? Expulsamos quem não quer viver abaixo de nossas ideias?

Por isso, a democracia é tão importante para não acharmos que somos deuses, e consigamos descer do nosso egoísmo e dar voz ao outro, aceitar opiniões e ideias, e ter a humildade de fazer o lugar que eu piso respirável para quem pensa de outra maneira.

Outros conteúdos

WILL MOREIRA

Escritor e colunista do site Pauta Rio

Siga a Will Moreira nas redes sociais:

COMENTÁRIOS

PAUTA RIO
Copyright © 2020 
Todos os direitos reservados.